Harmonia

HARMONIA

harmonia.fw
Gutemberg Gomes

Diretor de Harmonia

h3
h6

   A Harmonia do G.R.C.E.S. X-9 Paulistana é comandada por Gutemberg Gomes, que possui uma grande experiência de carnaval e passou por diversas agremiações.

  O objetivo do Departamento de Harmonia é fazer a X-9 estar sempre entre as melhores do Brasil. Para isso, toda a equipe se dedica durante todo o ano estudando, discutindo e praticando o critério de julgamento e o regulamento de carnaval.

  Seu diferencial é a cada ano se superar tecnicamente e trabalhar com a comunidade com muita força, humildade e união. Em geral, os harmonias não gostam de falar, mas adoram planejar, fazer e realizar. Só quem é X-9 Paulistana sabe o que é ser X-9 Paulistana. Quem não conhece pode chegar! A casa é sua, é nossa.

Explicando o quesito harmonia?

   A harmonia no desfile de uma escola de samba é o perfeito entrosamento entre o ritmo da bateria e o canto dos componentes. Não se admite hiatos. Deve-se respeitar a diferença de timbre e tonalidade de cada segmento da escola. São observadas pelos jurados a intensidade, o vigor e a empolgação.

Explicando o quesito evolução?

   Evolução, no desfile de escola de samba, é o movimento rítmico e contínuo dos sambistas, que deverá ser livre, espontâneo e realizado dentro do perímetro da ala. É a progressão da dança de acordo com o ritmo do samba que está sendo executado e com a cadência da bateria. É o ponto alto da manifestação da escola — todo o conjunto movimentando-se ao ritmo do samba. É a empolgação e agilidade dos passistas e o movimento das alas.

  No deslocamento, devem-se observar os movimentos, o jogo de ir e vir, a espontaneidade e a leveza da expressão corporal, num envolvimento total do corpo: braços, pernas e quadris entregues à cadência do samba. É considerada a livre movimentação dos componentes dentro das suas respectivas alas, só sendo considerado um “buraco” quando esse deslocamento causar um espaçamento constante e esse dividir e quebrar o conceito de grupo.

   As coreografias, se executadas, têm de causar a impressão de agilidade e vibração, não se admitindo apenas como forma para cobrir espaços. O desfile de uma escola de samba não é um desfile militar, por isso não se admite que os componentes, durante o desfile, marchem ou ajam como uma formação militar.

h1
h2