Ala de Compositores

ALA DE COMPOSITORES

comp1

Presidente da ala: Leandro Elias e Vice: Sidney Silva

comp6
comp5

 

A Ala de Compositores é presidida atualmente por Leandro Natura, que tem o apoio de Sidney Silva. Ambos são compositores antigos da agremiação e amigos de longa data — bem antes da gloriosa época do “Beco do Samba”.

Visando construir um departamento autônomo e independente, que possa produzir com a família xisnovena projetos integrados para o seu lazer, conta com parcerias de outras instituições interessadas em divulgar a X-9 Paulistana tanto para a sociedade em geral, como para as coirmãs, que engrandecem o mundo do samba.

A ala promove reuniões periodicamente para que cada compositor possa expressar suas opiniões, trazendo suas experiências, ideias e sugestões, além de fazer críticas e observações.

Para isso, Leandro e Sidney convocam os colegas compositores para:

a) promover festas e eventos, a fim de divulgar as próprias composições e inéditas obras-primas entesouradas, tais como samba-exaltação, samba de quadra etc.;
b) participar efetivamente das rodas de samba, que acontecem na quadra;
c) incentivar o público presente nos ensaios gerais a “SOLTAR A VOZ” com entusiasmo na HORA DA EXECUÇÃO DO SAMBA-ENREDO que vai para a AVENIDA;
d) apoiar com a força do seu canto a ala musical e o pessoal da harmonia na evolução dos componentes no ensaio.
A Ala se encontra aberta para a recepção de NOVOS COMPOSITORES que, na soma dos seus talentos, inovações e criações, usufruem desse espaço em potencial,colaborando com o crescimento de nosso departamento, cujo objetivo central é produzir uma qualidade artística para o seu pavilhão e o carnaval Paulistano.
 
A agremiação e o compositor
 

A X-9 Paulistana talvez seja a única agremiação carnavalesca a realizar um concurso de eliminatórias de sambas-enredo em que prevalece o sorteio único. Isto é, cada obra inscrita permanece na ordem sequencial da apresentação inicial até a grande final. Somente no dia da realização do sorteio é que cada parceria — caso queira! — pode trocar o seu número com os outros concorrentes. Assim cada grupo participante organiza o seu dia e horário de apresentação no palco e, na continuidade da disputa, ocupa o lugar de colocação do sambas eliminados.No primeiro dia, o da apresentação, a sorte e o trabalho estão lançados… Cada compositor, por direito, apresenta o seu samba, colocando em prova o teor de sua obra artística ao conhecimento da família xisnoveana.

Quando o mestre de cerimônia anuncia o seu samba, o suor toma conta… Dá um friozinho na barriga, a adrenalina acelera. Tudo tem de estar em sintonia no palco. Cavaquinhos, vozes e violões se ajeitam. O diretor de harmonia dá o sinal, o cavaco chora, a marcação acompanha o ritmo, o público na espreita…
Lá vem, então, o grito de guerra pra sacudir a galera. E alegria se espalha pelo ar para começar tudo outra vez.

É o grande momento do compositor!

Antes da elaboração definitiva, que se encerra com a data escolhida na entrega do samba-enredo para a nossa diretoria, o compositor se alinha a diversos segmentos para a sua inspiração. Entre eles, o dia do lançamento oficial do enredo. Uma parte pertencente ao seu processo de criação que surge feito uma brisa, aumentando a imaginação e proporcionando certa expectativa para se ter em breve o acesso a tão aguardada “xisnopse”, apelido carinhoso que os componentes da casa deram à “menina dos seus olhos”, à conhecida sinopse que traz as linhas gerais do tema-enredo da escola. A partir do recebimento dessa “joia” (agora em forma de CD), torna-se uma hora sagrada, como se fosse um tesouro oculto preste a se revelar. Daí começa todo um procedimento artístico. Várias leituras no material e reuniões frequentes com seus parceiros e carnavalesco fazem parte para melhor entendimento do seu contexto. Sem falar nas inúmeras noites sem dormir ou despertando na sua calada com a frase pronta… Lá vai o compositor em busca do refrão, melodia e poesia perfeita, para que no labor de seu trabalho a comunidade venha abraçar o seu samba. Tentando, na medida do possível, fixar no pensamento e tocar no coração e na alma de cada xisnoveano a edição de sua obra composta. Para que ela possa ecoar na voz do seu intérprete tão majestosamente no desfile triunfal. Nesses 39 anos de alegria embalados na folia, a X-9 Paulistana vem trazendo para o carnaval da cidade de São Paulo belos sambas-enredos, em que a primazia de cada obra pôde contribuir para satisfação e alegria geral do povo.

comp3
comp4
comp2