ENREDOS

ENREDOS

 

G.R.C.E.S. FILHOTES DA X-9

Carnaval 1976: “Carnaval na Lua”

Carnaval 1977: “No Reino Encantado da Pedra Bonita”

Carnaval 1978: “Festas Tradicionais do Rio Grande do Sul”

Carnaval 1979: “Tia Inês, Minha Querida Madrinha”

Carnaval 1980: “Pandeiro Maravilhoso, “Russo do Pandeiro””

Carnaval 1981: “Herança de Uma Raça”

Carnaval 1982: “Profecia de Ifá, Uma História de Amor”

Carnaval 1983: “Quanto Mais Quente Melhor”

Carnaval 1984: “No Reino da Alegria”

Carnaval 1985: “Das Espumas do Mar ao Explendor da Noite”

Carnaval 1986: “O Explendor de um Sonho”

G.R.C.E.S. X-9 PAULISTANA

Carnaval 1987: “Chão de Estrelas”

Carnaval 1988: “São Saruê”

Carnaval 1989: “Sonho de Valsa, Zequinha de Abreu”

Carnaval 1990: “Paulinho da Viola”

Carnaval 1991: “Profetas e Profanos”

Carnaval 1992: “O Beijo, Bem Mais Que Uma História de Amor”

Carnaval 1993: “A Saga do Melaço”

Carnaval 1994: “Confete, A Saudade Colorida”

Carnaval 1995: “Arco-íris da Ilusão”

Carnaval 1996: “Paz e Amor… Bicho”

Carnaval 1997: “Amazônia, a Dama do Universo”

Carnaval 1998: “Sonhos de um Cowboy Brasileiro”

Carnaval 1999: “Laços e Abraços no Mundo do Mercosul”

Carnaval 2000: “Quem é você café?”

Carnaval 2001: “Estive Aqui! Lembrei-me de Você! Me Leva Brasil”

Carnaval 2002: “Aceito Tudo, Quem Sou Eu?… O Papel”

Carnaval 2003: “Pi, Iê, Rê, Jeribatiba ou Pinheiros, A Deusa dos Rios Clama Pela Preservação: Se Ele Muda o Curso, Pode Mudar Sua História”

Carnaval 2004: “Se Vens a Minha Casa Com Deus no Coração. Senta-te à Mesa e Come do Meu Pão”

Carnaval 2005: “Nascidos Para Cantar e Também, Sambar”

Carnaval 2006: “X da Questão”

Carnaval 2007: “Força Brasil – O país que surge da tinta, delira num carnaval de cores”

Carnaval 2008: “O Povo da Terra Está Abusando. O Aquecimento Global Vem Aí… A Vida Boa Sustentável Pede Passagem”

Carnaval 2009: “Amazônia…conseguimos conquistar com o braço forte… Do esplendor da Havea Brasiliensis à busca pela terra sem males.”Carnaval 2010: “Do além mar, a herança lusitana nos une. Ora pois… A X-9 é portuguesa com certeza!”

Carnaval 2010: “Do Além Mar, A Herança Lusitana Nos Une. Ora Pois… A X-9 é Portuguesa com Certeza”

Carnaval 2011: “De Eterna Criança a Embaixador da Esperança… Renato Aragão, Didi Trapalhão!”

Carnaval 2012: “Trazendo Para os Braços do Povo o Coração do Brasil, a X-9 Paulistana Desbrava “Os Sertões” Dessa Gente Varonil”

Carnaval 2013: “Se Pra Ter Diversidade Basta Viver em Harmonia, Sorria. Pois São Paulo Hoje é Só Alegria”

Carnaval 2014: “Insano: Uma Viagem Pelos Confins da Imaginação

Carnaval 2015: “Sambando Na Chuva, Num Pé D’água ou Na Garoa, Sou a X-9 Numa Boa!”

Carnaval 2016: “Açaí Guardiã, do Amor de Iaça ao Esplendor de Belém do Pará”

Carnaval 2017: “Vim Vi Venci, A Saga Artística de um Semideus”

2002: X-9 CAMPEÃ MORALMENTE!

Em 2001, com o enredo “Estive Aqui, Lembrei-me de Você… Me Leva, Brasil!”, classificou-se em terceiro. No ano seguinte, a agremiação entrou na avenida com o tema “Aceito Tudo… Quem Sou Eu? O Papel!”, fez um desfile campeão, mas nem tudo deu certo. No início do desfile houve problemas com o som e houve atraso na cronometragem. No fim das contas, a X-9 ultrapassou 1 minuto de seu desfile e perdeu seis valiosos pontos que a levaria a dividir o título com a Gaviões da Fiel.